07/04/2016

11:09

Por: Alberto Silva

Eduardo Cunha já pode pedir música no Fantástico

Na lava-jato todos os partidos políticos, exceto o PSOL, PCB, PSTU e PCO têm políticos envolvidos no esquema de corrupção. E na Panamá Papers, o Brasil conta com os nomes do ex-ministro Joaquim Barbosa, e de políticos do PSDB e PMDB.

O presidente da Câmara dos Deputados, o achacador-mor Eduardo Cunha, já está liberado para pedir música no Fantástico. Dizem as más línguas que ele já até definiu a canção. Seria o hit do funk ostentação “Sou patrão, não funcionário”.

Isso porque o parlamentar em menos de um ano já apareceu em três casos de corrupção diferente. A Lava-Jato e todas as delações que já tiveram, a lista de Furnas que foi inclusive o momento do rompimento dele com a presidente Dilma e a última que foi a lista da Panamá Papers. Cunha é acusado de ter offshores ilegais no exterior.

Junto com o presidente da Câmara dos Deputados, nessas listas estão outros personagens da política nacional bem conhecidos por todos. Em Furnas, por exemplo, você encontra o nome de Bolsonaro, Aécio, Serra e Alckmin. Na lava-jato todos os partidos políticos, exceto o PSOL, PCB, PSTU e PCO têm políticos envolvidos no esquema de corrupção. E na Panamá Papers, o Brasil conta com os nomes do ex-ministro Joaquim Barbosa, e de políticos do PSDB e PMDB.

A política brasileira mostra a cada dia que passa uma ligação muito forte com crimes de corrupção. E, no caso de Cunha, sem dúvida nenhuma, é o principal corrupto do país.

®PensaBrasil

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

loading...
93