09/10/2016

11:15

Por: Alberto Silva

Dono de jornal invade missa e mata brutalmente mulher a facadas em Minas Gerais, ela tinha avisado nas redes sociais antes, veja…

Após cometer o crime o repórter fugiu no carro em que chegou e ainda enviou um áudio via Whatsapp assumindo o crime.

A operadora de caixa Simone Marca, 30, foi morta a facadas dentro da igreja Matriz São José, em Ituiutaba, 673 quilômetros de Belo Horizonte, pelo ex-namorado Marcos Ferreira da Silva, 43. O crime aconteceu na noite de sexta-feira (7), enquanto acontecia a missa.

Marcos Ferreira é repórter e dono do jornal Hoje Ituiutaba que noticiava, em sua maioria, notícias trágicas da região. Segundo a Polícia Militar, ele entrou por volta das 20h na igreja e esfaqueou três vezes Simone Marca, que estava sentada em um dos bancos da frente.

Uma testemunha, que pediu para não ser identificada, contou ao UOL que Simone Marca chegou acompanhada de outro rapaz na igreja e se sentou atrás dela. “Eles não me chamaram muito a atenção, até que o telefone dela tocou e ela ficou preocupada. Escutei quando disse que era uma pessoa violenta [se referindo a Marcos que havia telefonado]”, diz.

Uma testemunha, que pediu para não ser identificada, contou ao UOL que Simone Marca chegou acompanhada de outro rapaz na igreja e se sentou atrás dela. "Eles não me chamaram muito a atenção, até que o telefone dela tocou e ela ficou preocupada. Escutei quando disse que era uma pessoa violenta [se referindo a Marcos que havia telefonado]", diz.

Pouco tempo depois, segundo a testemunha, Marcos Ferreira entrou na igreja e deu o primeiro golpe de facas nas costas de Simone. “Eu estava de costas para ela. Escutei o grito dela e depois vi os outros três golpes. Foi assustador, foi descomunal”, conta.

Após cometer o crime o repórter fugiu no carro em que chegou e ainda enviou um áudio via Whatsapp assumindo o crime. O assassino confesso foi encontrado em Rio Verde, interior de Goiás, pela Polícia Militar da cidade na tarde de sábado (8).

Vítima já tinha denunciado ex
No dia 28 de agosto deste ano, Simone Marca havia chamado a Polícia Militar na casa dela porque Marcos Ferreira não aceitava o fim do relacionamento. Na data Simone disse aos policiais que Marcos estava muito nervoso e queria entrar na casa dela.

Como ela se recusou a abrir, ele pulou o muro e quebrou o vidro da veneziana para entrar a força. O acusado teria pegado a bolsa de Simone Marca e fugido do local.

Em seguida Marcos Ferreira procurou atendimento no hospital de Ituiutaba porque ao quebrar o vidro machucou as mãos. Foi quando a Polícia Militar o encontrou e ele assumiu que levou a bolsa de Simone Marca e a devolveu aos policiais. Naquele dia ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, onde foi acusado furto.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

92