04/12/2015

22:24

Por: Alberto Silva

Dona Dilma gastou com carros e hoteis em Paris R$ 35 mil por dia !! e a crise??

Em meio à nova crise que se instalou no governo com o corte de despesas, a presidente Dilma Rousseff desembarcou em Paris no último sábado (28) para Conferência da ONU sobre a Mudança do Clima (COP-21). Conforme duas notas de empenho encontradas pelo Contas Abertas, só o aluguel de carros e a hospedagem de Dilma e sua comitiva custaram R$ 35 mil por dia aos cofres públicos.

Em uma das notas de empenho, a descrição mostra que foram reservados R$ 222,8 mil para a hospedagem da delegação oficial e técnica, “no contexto da visita presidencial, no âmbito da COP-21 para o período de 23 de novembro a 1° de dezembro de 2015”. Outros R$ 91,5 mil foram empenhados para o aluguel de veículos para uso da delegação oficial e técnica durante visita presidencial no âmbito da COP 21 no período de 23 de novembro a 1° de dezembro de 2015. Além da hospedagem e do aluguem de veículos, também foram reservados R$ 8,9 mil para aluguel de sala para montagem de escritório de apoio ao escalão avançado.

O valor também se refere à visita presidencia da COP 21 no período de 23 de novembro a 1° de dezembro de 2015. A missão do escalão avançado é cuidar de todos os aspectos operacionais da visita, tais como: programação oficial, segurança, saúde, questões protocolares, cobertura de imprensa, credenciamento da delegação e da imprensa, transporte, desembarcação migratório e alfandegário da delegação e sua bagagem, assim como a montagem do sistema de comunicações seguras da comitiva oficial; entre diversas outras atividades. Questionado pelo Contas Abertas, o Ministério de Relações Exteriores afirmou que não comenta a logística de viagens presidenciais.

Os dados foram classificados e protegidos pelo governo federal depois que foi aprovada a Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011), criada justamente para abrir informações públicas à sociedade. O ministério informou que a Embaixada brasileira em Paris não pode comportar o número de pessoas envolvido numa visita Presidencial. A prática do Governo brasileiro é alojar no hotel da presidente somente a comitiva oficial e aqueles funcionários que devem ficar à disposição imediata da presidente. “Busca-se alojar a comitiva técnica em hotéis próximos e mais baratos”, explicou. De acordo com o jornal O Globo, a presidente Dilma ficou hospedada no luxuoso hotel Bristol, em uma das áreas mais nobres da cidade. Apesar do valores serem empenhados para uma semana, Dilma chegou no sábado (28) em Paris e retornou ao Brasil na segunda-feira (30), depois de participar pela manhã da sessão de Abertura da 21ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima-COP21. A presidente decidiu cancelar sua ida ao Vietnã e Japão, também porque teria sido aconselhada por auxiliares a acompanhar de perto as negociações orçamentárias.

O governo quer aprovar na próxima terça o PLN 5, que autoriza mudança na meta fiscal. Discurso No discurso de abertura da COP-21, a presidente Dilma Rousseff defendeu compromissos legalmente vinculantes, que obrigam os países a cumprir o que prometeram, e que o acordo que está sendo discutido garanta a diferenciação entre os países. “Nosso acordo não pode ser apenas a simples soma das melhores intenções de todos”, disse a presidente. Ela mencionou no discurso o desastre em Mariana. Afirmou que o governo está agindo para reduzir os danos e vai punir severamente os responsáveis pela tragédia. “A COP representará marco histórico. Nada mais justo que isso ocorra nessa cidade, cenário de grande transformações no mundo nos últimos séculos”, afirmou.

(Via contas abertas)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

99

Clique aqui