15/04/2016

18:20

Por: Alberto Silva

Dilma entra em colapso ao receber últimos números do Impeachment e é atendida pela equipe médica

Deputados contrários e indecisos contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff estão temendo represálias e a fúria do povo brasileiro nas ruas que promete não perdoar que for indeciso e tampouco contra.

Presidente passa mal em evento ao ver dados do Impeachment. Dilma entra em desespero com a real possibilidade de perder o comando da Nação após o Placar do Impeachment alcançar, na madrugada desta quinta-feira, 14, a quantidade de votos necessários e mínimos para sua “decapitação”. O necessário de 342 votos, para o Plenário aprovar a troca de Comando do país mexeu com os mercados financeiros em todo mundo voltam os olhares para o país.

Quem decidiu, por enquanto, foi o deputado federal carioca, suspeito de ser influenciado pelo poderoso Cunha,  Altineu Côrtes (PMDB-RJ).

Deputados contrários e indecisos contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff estão temendo represálias e a fúria do povo brasileiro nas ruas que promete não perdoar que for indeciso e tampouco contra.

“Li o pedido, a defesa, o relatório e ouvi os meus eleitores. Eles, eleitores, são os responsáveis pelo meu mandato, voto com a consciência tranquila”, afirmou.

“Quem vier com discursinho fajuto de que está na dúvida deve levar em consideração que o povo trabalhadora não suporta mais formação quadrilha institucionalizada no Governo e quer a limpeza geral começando por Dilma Rousseff e sua “quadrilha. Chega de ficar nessa situação de sofrimento e desmoralização”, disse um dos manifestantes acampados em frente ao Planalto.

O Planalto perdeu mais uma vez quando tentou evitar a votação. O deputado federal Eduardo Cunha conseguiu submeter toda articulação palaciana ao chão com sua decisão.

A turminha do PP ainda agarrada a boquinha do Governo quer resistir mas o Partido já alertou: “serão punidos”

Já o PMDB foi bonzinho. Fechou pelo impeachment mas garantiu que os “rebeldes” não serão punidos. Ou seja, pode ficar a favor e ganhar por aí mesmo.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

93