13/04/2016

22:17

Por: Alberto Silva

Dilma conseguiu transformar Brasília na maior ZONA do Brasil, um lugar sem dono

E logo o partido com maior número de corruptos envolvidos na Lava-Jato foi o que recebeu mais deputados. 12 parlamentares foram o PP, o partido de Maluf.

Não vai achando que a vida sexual na capital federal anda agitada. Isso sempre esteve e não é novidade para ninguém. Até séries de televisão abordam a verdadeira zona que é aquele lugar.

Mas existe um troca-troca mais infame, ridículo, vulgar e indecente do que o sexual que sempre rola pelas bandas de lá. É o de partido político. O que mais acontece em ano de eleição, é deputado esquecendo a ideologia que defendia há dois anos para mudar de lado completamente. Tudo com o objetivo de se candidatar nas eleições para prefeito.

Só em 2016, 99 deputados mudaram de partido. Isso significa 19,3% de toda a Câmara. É o segundo número mais alto de troca-troca da história da nova democracia do país. Dá para lotar alguns motéis com esse número de indecentes que adoram um jogo de poder.

Só perde para o primeiro ano do governo Lula, em 2003, que foram 107 mudanças de partido. Olha que beleza. Este ano os deputados aproveitaram a ‘janela’ para mudar de partido sem perder o mandato entre os meses de fevereiro e março.

Só perde para o primeiro ano do governo Lula, em 2003, que foram 107 mudanças de partido. Olha que beleza. Este ano os deputados aproveitaram a ‘janela’ para mudar de partido sem perder o mandato entre os meses de fevereiro e março. Assim continuam deputados e ainda podem candidatar à Prefeitura da cidade que moram.

E logo o partido com maior número de corruptos envolvidos na Lava-Jato foi o que recebeu mais deputados. 12 parlamentares foram o PP, o partido de Maluf.

O troca-troca só prova uma coisa. A política brasileira é uma bagunça, uma indecência, uma verdadeira putaria.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

[X]
90