11/02/2016

20:11

Por: Alberto Silva

Dilma admite ter cogitado suicídio: “Mas desisti na hora de escrever a carta”

BRASÍLIA – Após uma onda de boatos sobre uma suposta tentativa de suicídio da presidente Dilma Rousseff, a plenipotenciária decidiu falar sobre o assunto, desmentindo o ocorrido, para alegria de uns e tristeza de outros.

A Presidente do Brasil, Dilma Ropusseff escreveu que desistiu de suicidar na hora de escrever uma carta, a informação foi dada por ela mesma. “Estão dizendo por aí que eu me suicidei, mas isso não é verdade. Primeiro, eu acho muito importante a vida de cada brasileiro e de cada brasileira e eu jamais ia matar alguém, muito menos a presidenta da República, ainda mais sendo ela eu mesma.”

Dilma esclareceu também que no ápice da crise, chegou a cogitar suicidar-se, mas desistiu na hora de escrever a carta:

“Eu desisti na hora de escrever a carta, porque tive dificuldade para conjugar alguns verbos e acertar as concordâncias e regências. Eu cheguei a esboçar uma carta, que começava dizendo ‘deixo a sanha dos meus inimigos…’, aí eu fiquei na dúvida se o ‘a’ tinha crase e fui olhar numa gramática. Quando tava indo pegar a gramática, me confundi e acabei pegando uma tabuada. Como não gosto muito de matemática, acabei ficando com sono e deixei pra terminar a carta depois. Fui procrastinando e até hoje não consegui terminar, por isso não me matei.”

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

93