19/04/2016

21:44

Por: Alberto Silva

‘Delcídio Vagabundo do Amaral’ já pode pedir música no Fantástico

Será que quantas reuniões ele vai faltar para tentar impedir o Conselho de Ética de julgar a prisão dele?

Esse é um dos maiores pilantras da política. O senador Delcídio do Amaral, hoje sem partido, mas que já foi do PSDB e do PT, faltou pela terceira vez na reunião do Conselho de Ética que julga a cassação dele no Senado.

De acordo com o advogado de Delcídio, ele faltou porque não recebeu as cópias do inquérito. Mas pelo que parece é mais medo mesmo de ser interrogado pelos outros senadores e expulso da Casa. “Entre os integrantes do Conselho de Ética, existem advogados, e eles sabem que sem ter acesso a todo o conteúdo da denúncia o senador não pode se defender. Não é possível se defender sem saber daquilo que se está sendo acusado”, justificou o advogado de Delcídio no Conselho de Ética, Raul Amaral.

Será que quantas reuniões ele vai faltar para tentar impedir o Conselho de Ética de julgar a prisão dele? Delcídio foi detido após a Polícia Federal pegar gravações em que ele tenta impedir o trabalho do Ministério Público. O senador tentou pagar propina para Nestor Ceveró, um dos criminosos do Petrolão, para que ele não fizesse a delação premiada.

Delcídio está a um passo de perder seu mandato no Senado. Muito mais fácil que Eduardo Cunha na Câmara que, pelo visto, se livrou da cassação após a votação do impeachment.

Delcídio está a um passo de perder seu mandato no Senado. Muito mais fácil que Eduardo Cunha na Câmara que, pelo visto, se livrou da cassação após a votação do impeachment.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

90