04/04/2016

18:41

Por: Alberto Silva

[Corrupção] Joaquim Barbosa, Messi e, claro, Eduardo Cunha estão na lista da Panamá Papers

Além de Cunha, outros nomes importantes na história recente do Brasil estão na lista. O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquiam “Batman” Barbosa é um deles. O arauto da ética é acusado de dever impostos em casas milionárias adquiridas nos Estados Unidos.

[Não sobra um] Empresas internacionais são investigadas por esquema bilionário de corrupção mundial .E mais um esquema de corrupção contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi descoberto. Já não bastavam contas secretas na suíça, participação direta nas propinas da Lava-Jato, a corrupção na Telerj e no governo Collor. Cunha também está entre os nomes de brasileiros que encabeçam a denúncia contra a empresa Mossack Fonseca, um escritório de advocacia muito utilizado por criminosos de colarinho branco.

Além de Cunha, outros nomes importantes na história recente do Brasil estão na lista. O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquiam “Batman” Barbosa é um deles. O arauto da ética é acusado de dever impostos em casas milionárias adquiridas nos Estados Unidos.

A lista da ‘Panamá Papers’ também encontrou papéis que incriminam a família Marinho, dona da rede Globo, por conta de uma mansão controlada por eles na cidade de Paraty, no Rio de Janeiro. Os juízes e promotores da Lava-Jato estavam animados com a possibilidade de incriminar Lula com a divulgação desta lista. Eles afirmavam que o presidente utilizou a Mossack para comprar o triplex do Guarujá. Porém, o que foi descoberto é que na verdade a rede Globo utilizava os serviços da empresa e não Lula.

No total são 107 offshores (empresas e contas bancárias abertas em paraísos fiscais) ligadas a investigados da Lava-Jato de diversos partidos, como o PSDB, PMDB, PSB, PDT, PP, PSD E PTB.

O que se espera é que essa nova denúncia sobre grandes empresários e políticos não termine como a investigação do HSBC que não deu em nada por tratar de pessoas graúdas da política nacional, como os senadores José Serra e Aécio Neves e da própria rede Globo.

Entre os nomes internacionais estão o do jogador de futebol Lionel Messi, o do cineasta Pedro Almodóvar, o do presidente da Argentina Mauricio Macri e do primeiro ministro russo Vladmir Putin. É muita gente envolvida no mundo inteiro com mais um esquema de corrupção. E claro que Eduardo Cunha não ia perder mais essa boquinha, né?!

PENSA BRASIL

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

96