15/11/2015

11:51

Por: Alberto Silva

Coronel é morto logo após denuncia envolvendo Dilma Rousseff com organizações terroristas

.Coronel reformado, Alberto Ustra, morreu na ultima quinta-feria, e com sua morte um momento peculiar e recente passou e ser relembrado nas redes sociais, qual seja o depoimento à Comissão da Verdade, criada por Dilma Rousseff para apurar crimes de militares no período militar.

“Morreu na ultima quinta-feria, e com sua morte um momento peculiar e recente passou e ser relembrado nas redes sociais, qual seja o depoimento à Comissão da Verdade” O coronel acusou Dilma de integrar vários grupos terroristas, cujas intenções finais era implantar o comunismo no Brasil. Apesar das graves denuncias do coronel, os “investigadores” nomeados por Dilma não abriram nenhuma investigação contra a presidente, para apurar a grave denuncia de Ustra.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.