29/06/2016

07:44

Por: Alberto Silva

Com ovelha na caçamba, homem foge pela contramão, atropela mulher e bate carro roubado

A ocorrência, que chama a atenção pelo número de irregularidades, durou aproximadamente sete horas, entre o primeiro acionamento da PRF e a prisão do envolvido.

A Polícia Rodoviária Federal prendeu um homem de 30 anos de idade que roubou dois carros, envolveu-se em três acidentes, sendo um deles um atropelamento, e ainda dirigiu por cerca de 15 quilômetros pela contramão ao longo da BR 277, na região da Serra do Mar.

A ocorrência, que chama a atenção pelo número de irregularidades, durou aproximadamente sete horas, entre o primeiro acionamento da PRF e a prisão do envolvido.

Por volta de 9 horas da manhã, os policiais rodoviários federais foram chamados até o quilômetro 59 da BR 277, em São José dos Pinhais, nas imediações da praça de pedágio. No local, um homem, armado com um bastão de madeira, ameaçava os demais usuários da rodovia.

Os policiais rodoviários federais e o policial militar seguiram o suspeito. Seis quilômetros à frente, ele acabou por atropelar uma mulher de 43 anos, que caminhava pelo acostamento. Com ferimentos moderados, a vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital Cajuru, em Curitiba.

Lá, encontraram um automóvel Fiat Uno parado sobre uma das faixas, sem combustível e com vários danos na lataria. Um policial militar que passava pelo local tentou prender o motorista. Após se envolver em um acidente, o motorista agredia o condutor de outro veículo. Mas o agressor fugiu em direção a um matagal.

Sequência

Minutos depois, o mesmo homem roubou uma caminhonete Ford Pampa, na porteira de uma chácara da região. Com o bastão, quebrou o para-brisa e exigiu que o motorista saísse do veículo.  Na sequência, seguiu, pela contramão e em alta velocidade, com destino à Paranaguá. Havia inclusive uma ovelha na carroceria.

Os policiais rodoviários federais e o policial militar seguiram o suspeito. Seis quilômetros à frente, ele acabou por atropelar uma mulher de 43 anos, que caminhava pelo acostamento. Com ferimentos moderados, a vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital Cajuru, em Curitiba.

Na altura do quilômetro 51, os policiais visualizaram a caminhonete, que por diversas vezes quase bateu de frente com os veículos que subiam a serra. O motorista ignorava a presença da viatura da Polícia Rodoviária e seguia acelerando, em fuga. Em parte do trecho percorrido sequer há acostamento.

No quilômetro 45, o homem bateu contra uma carreta e um caminhão-guincho. Alguns metros depois, a caminhonete parou sobre a via e o homem voltou a fugiu por uma área de mata fechada. Buscas foram feitas por algumas horas, mas ele não foi localizado.

Mais tarde, por volta de 16 horas, um indivíduo suspeito foi avistado andando pelo acostamento da rodovia, com uma barra nas mãos. Equipes da Polícia Rodoviária voltaram ao local e abordaram o suspeito, que reagiu e chegou a agredir os policiais. Um dos agentes foi atingido no rosto e outro, na mão, por uma mordida.

Foi necessário uso de força por quatro policiais rodoviários federais para conter o suspeito, algemado nas mãos e nos pés. Ele aparentava sinais de uso de entorpecentes. Questionado a respeito pelos agentes da PRF, disse que havia ingerido cocaína.

O primeiro carro havia sido roubado por ele no início da manhã, às 6 horas, em um posto de combustíveis localizado em Paranaguá.

Os policiais rodoviários federais feridos durante a ocorrência farão exame de corpo delito na sede do Instituto Médico Legal, em Curitiba.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

104