05/01/2016

22:17

Por: Alberto Silva

Casal de médicos cai de varanda na pousada, de 3 mestros de altura ao fazer selfie no Piauí

Um casal de médicos da cidade de Rio Verde (GO) caiu de uma altura de cerca de três metros ao fazer uma selfie da varanda de uma pousada, onde estava hospedado, no município de Cajueiro da Praia, litoral do Piauí, no último dia 30.

O parapeito (guarda-corpo) feito de madeira da pousada Casa da Tartaruga desabou quando os médicos se encostaram para tirar a foto, e eles caíram de costas no chão.

A estrutura, segundo a família, não aparentava risco de desabamento quando eles encostaram para tirar a foto. A família estava em férias e iria aproveitar a festa de Réveillon no litoral do Piauí.

A obstetra Leânia Garcia Telles, 57, e o cardiologista Paulo César de Carvalho Telles, 57, caíram de costas do primeiro andar no térreo da área externa da pousada e sofreram várias lesões pelo corpo. No fim de semana, o Hemopi (Hemocentro do Piauí) pediu ajuda à população para que fosse doar sangue para os dois médicos acidentados.

Leânia sofreu lesões nas vértebras e coluna, além de escoriações pelo corpo. A médica recebeu alta da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nesta segunda-feira (4) e foi transferida para um apartamento do hospital. Ela não tem previsão de alta, mas não corre risco de morte.

Já Telles fraturou costelas, teve o pulmão perfurado e sofreu também lesões em três vértebras da coluna. Ele está em estado grave, em coma induzido na UTI do hospital, e passou por drenagem no pulmão. O médico está se submetendo a diálise para que os rins e o fígado voltem a funcionar. A família do médico cogita transferir o médico para um hospital em São Paulo quando o estado de saúde dele for estabilizado.

Eles estão internados em um hospital particular em Teresina desde o dia 31. Os primeiros socorros foram feitos pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e eles foram levados para o Hospital Estadual Dirceu de Arcoverde, em Parnaíba, litoral do Piauí. Devido ao estado de saúde grave do casal, a família contratou um helicóptero com UTI e transferiram-no para um hospital particular da capital, no dia seguinte ao acidente.

Segundo a filha do casal, Nara Telles, o acidente ocorreu por volta das 7h, quando ela ainda estava dormindo e a avó dela acompanhava o casal em um passeio pela pousada. Nara relatou que a mãe detalhou como foi o acidente.

“A maneira que eles caíram, como eles caíram de costas, causou diversas lesões na coluna e nas vértebras. Eu estava dormindo quando minha avó me acordou para ajudar no socorro deles enquanto o Samu chegava. O guarda-corpo era de madeira, que nunca é tão rígido como o de outro material, não apresentava sinais de que ia ceder, mas, quando eles se apoiaram, ele cedeu. Foi algo muito trágico”, disse Nara Telles, em entrevista à TV Cidade Verde.

O UOL entrou em contato, nesta segunda-feira (4), com a pousada Casa da Tartaruga, mas a atendente disse que não tinha ninguém que pudesse comentar o acidente. A funcionária pediu que a reportagem retornasse as ligações para contatar o responsável pela pousada, Rafael Garreta, mas até a publicação deste texto ele não havia chegado ao estabelecimento.

A reportagem também entrou em contato com o Corpo de Bombeiros do Piauí, na noite desta segunda-feira, para saber se a pousada estava com os laudos de funcionamento em dia, mas as ligações não foram atendidas.

(VIA AGÊNCIAS)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

104