27/07/2016

17:09

Por: Alberto Silva

Câmara Municipal ‘nega’ informação de gastos públicos a cidadão e revolta viraliza na web.

De acordo com informações extra-oficiais os assessores jurídicos do município de pouco mais de 150 mil habitantes ganham, por mês, R$ 21 mil. Cada vereador fatura aproximadamente R$ 15 mil.

A Presidente da Câmara Municipal se nega informar os gatos público e o solicitante promete levar o caso para Policia Civil e Policia Federal. o caso viralizou na WEB e gerou revolta em todo Brasil! entenda…

O Brasil passa por sua maior crise política e todos os holofotes estão voltados para Brasília, porém nos municípios a corrupção dá sinais de que ainda levará muito tempo para ser desenraizada. Veja o que aconteceu em Poços de Caldas, cidade turística, que fica no estado de Minas Gerais divisa com São Paulo.

A vereadora Regina Cioffi (PPS), atual presidente da Câmara Municipal de Poços de Caldas, foi indagada pelos cidadãos sobre os valores recebidos pelos vereadores e os salários dos servidores do Legislativo municipal. O documento requerendo tais informações foi protocolado na Casa de leis e tal foi a surpresa quando a presidente respondeu através de sua assessoria jurídica de que não daria as informações solicitadas. Considerou absurdo o questionamento e ainda deu a conotação de que o solicitante é um “burro”, “idiota”, “sem qualquer inteligência”, quando o chamou de “inepto”.

O Brasil passa por sua maior crise política e todos os holofotes estão voltados para Brasília, porém nos municípios a corrupção dá sinais de que ainda levará muito tempo para ser desenraizada. Veja o que aconteceu em Poços de Caldas, cidade turística, que fica no estado de Minas Gerais divisa com São Paulo. A vereadora Regina Cioffi (PPS), atual presidente da Câmara Municipal de Poços de Caldas, foi indagada pelos cidadãos sobre os valores recebidos pelos vereadores e os salários dos servidores do Legislativo municipal. O documento requerendo tais informações foi protocolado na Casa de leis e tal foi a surpresa quando a presidente respondeu através de sua assessoria jurídica de que não daria as informações solicitadas. Considerou absurdo o questionamento e ainda deu a conotação de que o solicitante é um “burro”, “idiota”, “sem qualquer inteligência”, quando o chamou de “inepto”. De acordo com informações extra-oficiais os assessores jurídicos do município de pouco mais de 150 mil habitantes ganham, por mês, R$ 21 mil. Cada vereador fatura aproximadamente R$ 15 mil. No site da Câmara Municipal de Poços de Caldas não há informações sobre os valores pagos aos seus servidores e agentes públicos, o que é uma afronta a Lei da Transparência. O Ministério Público Estadual de Minas Gerais foi oficialmente informado através de documento protocolado em Belo Horizonte sobre o que acontece no Poder Legislativo do município em questão. Transformou a denúncia em processo e vai apurar sobre os motivos de tais informações não estarem disponibilizadas no sítio conforme manda a lei. Regina Cioffi, presidente da Câmara em Poços de Caldas, se nega a falar sobre o assunto e de acordo com o que foi apurado não dará qualquer informação pública sobre os vencimentos dos assessores jurídicos Ernani Maran e João Azevedo, tampouco quanto ganham os servidores do Legislativo. A população de Poços de Caldas está indignada com a atitude dos vereadores. Abaixo segue despacho da vereadora Regina Cioffi: 021 Abaixo eis a ação do Ministério Público. 009

De acordo com informações extra-oficiais os assessores jurídicos do município de pouco mais de 150 mil habitantes ganham, por mês, R$ 21 mil. Cada vereadorfatura aproximadamente R$ 15 mil. No site da Câmara Municipal de Poços de Caldas não há informações sobre os valores pagos aos seus servidores e agentes públicos, o que é uma afronta a Lei da Transparência.

O Ministério Público Estadual de Minas Gerais foi oficialmente informado através de documento protocolado em Belo Horizonte sobre o que acontece no Poder Legislativo do município em questão. Transformou a denúncia em processo e vai apurar sobre os motivos de tais informações não estarem disponibilizadas no sítio conforme manda a lei.

Regina Cioffi, presidente da Câmara em Poços de Caldas, se nega a falar sobre o assunto e de acordo com o que foi apurado não dará qualquer informação pública sobre os vencimentos dos assessores jurídicos Ernani Maran e João Azevedo, tampouco quanto ganham os servidores do Legislativo.

A população de Poços de Caldas está indignada com a atitude dos vereadores.

Abaixo segue despacho da vereadora Regina Cioffi:

021

Abaixo eis a ação do Ministério Público.

009

Assista o link abaixo a reivindicação do cidadão cobrando a Câmara Municipal de Informações Pública.

https://www.facebook.com/portalpensapocos/videos/525987897611537/

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

loading...
93