22/09/2016

14:45

Por: Alberto Silva

Cadela de rua é adotada e vira ‘frentista’ em postos de combustíveis

O funcionário Giovanni Ferreira lembra que a cadela vivia nas ruas e começou a rondar pelo local e, por causa disso, os frentistas foram dando carinho e a acolheram. Dessa forma Pretinha se tornou parte da família.

Ela tem boné, usa crachá e uniforme. A cadelinha ‘frentista’ Pretinha, que foi adotada pelos funcionários de um posto de combustíveis em Divinópolis (MG) é querida da vizinhança e já conquistou os clientes. Após cinco anos morando no estabelecimento, a mascote faz parte da equipe e, além disso, já alertou os frentistas em momentos de assaltos. A história é contada pela TV Integração, afiliada da Rede Globo.

O funcionário Giovanni Ferreira lembra que a cadela vivia nas ruas e começou a rondar pelo local e, por causa disso, os frentistas foram dando carinho e a acolheram. Dessa forma Pretinha se tornou parte da família.

“Ela é nosso xodó e os clientes também gostam muito dela, já quiseram até adotá-la, mas nós não deixamos. Frequentemente a gente faz vaquinha para comprar remédios e comida. E olha que ela só come pão com manteiga (risos). Ela está sempre limpa e toma banho duas vezes por semana”, afirmou à reportagem.

lém de receber carinho dos frentistas, Pretinha, que é dócil, também conquistou outras pessoas. Durante o inverno moradores costumam levar agasalho e roupas de frio. Segundo Giovanni, a admiração por todos não é em vão, ela sabe retribuir o cafuné. Nos turnos da madrugada, Pretinha o ajudou na segurança durante um assalto no estabelecimento.

“Além de ter todas as qualidades, ela é a ‘frentista’ vigia. Quando sofri um assalto, Pretinha me avisou bem antes dos criminosos chegarem. Ela latia sem parar e eu senti que ali não estava sozinho. Acredito que a Pretinha evitou que algo pior acontecesse”.

(Via Agencia)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

92