13/10/2016

08:35

Por: Anny Grego

Brasileiro cria gasolina mais barata e sem petróleo e é preso por “crime contra a ordem econômica”

O químico Gilmar dos Reis, 57 anos, foi preso em flagrante na manhã desta terça-feira pela Operação Octanagem da 1ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo e do Ministério Público de Porto Alegre por vender combustível sem autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o que constitui “crime contra a ordem econômica”

(Fepam), o engenheiro químico Renato Zucchetti, “ficou comprovado que o combustível apresenta elevada eficiência carburante tanto na baixa quanto na alta rotação”. A “gasolina genérica” criada pela empresa de Gilmar seria uma mistura de metanol e solventes, com dosagem e processo de produção ainda desconhecidos. No início, proporcionaria mais potência com menos consumo, mas, a curto e médio prazo, provocaria danos mecânicos graves.

“É impressionante. Chega com o tanque vazio, coloca aquela gasolina e sai andando normalmente. Estávamos diante de um ‘professor pardal’, que conseguiu criar uma fórmula sem o petróleo como matéria-prima”, frisou o delegado da 1ª DP, Tarcísio Kaltbach. A “gasolina genérica” era vendida a 3 reais o litro. “Apuramos que a capacidade de produção era de pelo menos 10 mil litros por mês”, comentou o delegado.

“É impressionante. Chega com o tanque vazio, coloca aquela gasolina e sai andando normalmente. Estávamos diante de um ‘professor pardal’

Fosse o Brasil um país com menos estado e onde o empreendedorismo é incentivado, o produto inventado em Campo Bom receberia atenção e investimentos para ser aprimorado, mas sendo este um país praticamente socialista onde o estado se mete em tudo e aqueles que não têm a autorização estatal são perseguidos e presos, mais um empreendedor foi extinto no país.

(Via Agencia)

 

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

92