05/08/2016

10:28

Por: Alberto Silva

Boxeador Hassan Saada é preso por estupro na Vila Olímpica da Rio-2016

A prisão foi expedida pela juíza Larissa Nunes Saly, do Juizado do Torcedor e Grandes Eventos, é é de 15 dias. Com isso, o lutador pode ficar fora dos Jogos Olímpicos.

O boxeador Hassan Saada, do Marrocos, foi preso pela polícia na manhã desta sexta-feira (5), no Rio. O pugilista, de 22 anos, foi acusado de assédio sexual por duas camareiras que trabalham na Vila Olímpica da Rio-2016.

De acordo com o jornal O Globo, a ordem de prisão foi expedida pela juíza Larissa Nunes Saly, do Juizado do Torcedor e Grandes Eventos, é é de 15 dias. Com isso, o lutador pode ficar fora dos Jogos Olímpicos.

O assédio, segundo a polícia, aconteceu na manhã de terça-feira (2). O lutador convidou uma das funcionárias para tirar uma foto, perguntou se ela tinha perfil nas redes sociais e depois encostou-a na parede e tentou beijá-la. Ele teria apertado um dos seios da segunda camareira e pedido para ela o masturbar em troca de dinheiro.

A reportagem do Globo ainda destaca que o atleta foi indiciado no artigo 213 do Código Penal. O Consulado do Marrocos foi notificado.

(Via Agencia)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

106