13/02/2016

20:47

Por: Alberto Silva

Anitta leva 180 mil pessoas atrás de seu trio no Rio de Janeiro e já emplaca como sucesso

A estreia do Bloco das Poderosas, da cantora Anitta, atraiu cerca de 180 mil foliões neste sábado (13) ao centro do Rio, segundo estimativa da Riotur.

Mistura de música e sensualidade, Anitta arrasta multidões no Rio de Janeiro.  A estreia do bloco das Poderosas, da funkeira Anitta, chegou “causando” no carnaval carioca. Com uma megaestrutura e dois trios elétricos gigantescos no estilo Salvador, a cantora empurrou uma multidão ao som de muito funk, com direito à participação especial da Banda Eva e do cantor Nego do Borel, no centro do Rio de Janeiro, na manhã desde sábado. Segundo a Riotur, 180 mil pessoas acompanharam o bloco.

Depois de prefeitura negar autorização para a saída do bloco, e depois voltar atrás, um forte esquema de segurança e logística foi montado. Além de toda a estrutura utilizada durante o Cordão da Bola Preta (Anitta seguiu o mesmo trajeto do maior bloco do Rio), a produção da cantora investiu ainda em 160 seguranças particulares para cuidar da corda e da segurança dos foliões, 100 orientadores de trânsito, 20 brigadistas para os primeiros socorros, seis ambulâncias – duas atrás dos trios elétricos e duas extras para cada posto médico da prefeitura ao longo do percurso.

Antes de subir ao palco, a funkeira deu entrevista coletiva. Admitiu que não podia controlar a expectativa com a estreia. “Estou muito nervosa, nunca cantei para tantas pessoas. Ao mesmo tempo estou calma, porque expectativa a gente não tem como controlar, portanto, não tem como saber o que vai acontecer. Então, tem que dar tempo ao tempo”, disse.

A corte das Poderosas foi estrelada. O “muso” foi Klebber Toledo, que durante os desfiles na Sapucaí foi flagrado aos beijos em um camarote com Monica Iozzi. A musa foi Monique Alfradique, a rainha Giovanna Ewbank e os padrinhos o comediante Marcus Majella, o promoter David Brasil e a blogueira fitness Gabriela Pugliese.

Do alto do trio elétrico a cantora interrompia a música para pedir muita paz e diversão e lembrava que carnaval não combina com violência – mesmo assim, algumas brigas aconteceram durante o trajeto. “Pessoal, aqui é para curtir, dançar, brincar e beijar na boca. Vamos nos divertir! Se veio até aqui para brigar, pode ir embora, não é bem-vindo!”

O bloco reuniu milhares de crianças e adolescentes, como a estudante Núbia da Silva, de 12 anos, que mora em Campo Grande, zona oeste da cidade. Ela estava acompanhada da mãe, a dona de casa Ivonete da Silva, de 44. “A Núbia é muito fã da Anitta, não tinha como não trazer. Saímos às 4 da manhã e pegamos um trem até a Central do Brasil e depois viemos caminhando. Também gosto da Anitta, então não é nenhum sacrifício estar aqui.”

E Anitta não decepcionou seus fãs cantando seu repertório, além de samba, axé, MPB e pop. Quando a funkeira cantou e rebolou até chão, com o hit “Paredão Metralhadora”, da banda Vingadora, os foliões foram ao delírio.

(Via agências)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

[X]
89